sábado, 9 de maio de 2015

O que é o conservadorismo?

Se alguém me perguntasse o que é o conservadorismo – em geral, ninguém pergunta, mas imaginemos que por um qualquer estranho motivo isso sucedia – eu começaria uma fiada monótona de subtis análises de linguagem em que observaria que o nome conservadorismo não é mais do que uma derivação do verbo conservar, que, por sua vez, conota a existência prévia de algo que deve ser conservado, implicando, pois, o acto de criar. O conservador põe a ênfase toda em conservar e não em criar porque o conservadorismo começa com uma atitude de humildade - a de aceitar que certas coisas, as mais importantes na política, na ética e na vida, não são criadas pelo homem, e quanto a essas tudo o que o homem pode fazer é aceitá-las e conservá-las. Todas as forças políticas que não são conservadoras acreditam que o homem tem o poder de as criar e é por isso que se sentem livres para as destruir.

Sem comentários:

Enviar um comentário